24 de outubro de 2012

Argumentos (de um macho) em rima

Não façamos esforços
empilhemos os pratos,
garfos, facas e colheres

amontoemos as roupas
e esperemos o cumprimento,
ofício das mulheres

reclamemos da textura,
do sal, da doçura,
das comidas que preparam


da falta de bruteza
quando achamos necessária

do excesso de sedução
se julgamos depravada


Esperemos sempre mais
de quem menos tem tempo

de sorrir, de cantar
 as dores que sentem dentro

afinal de contas,
esses são problemas delas

e das coisas leves não tratamos:
pisamos, amassamos,
roçamos e desbravamos

tentar entender não nos cabe
pois isso requer esforço e tempo
e sem eles não há possibilidade

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Ah, gostou mesmo?!

      Brigadão pelo carinho, Karol!

      Abraços!

      Excluir
  2. Porra man, escondendo o jogo!
    Fantástico!
    Virarei frequentadora desse blog fácil.

    ResponderExcluir